sexta-feira, 9 de setembro de 2011

O mar não está para eles: Tubarões, arraias e peixes-boi correm risco de desaparecer por causa da pesca excessiva

Por Celina Nascentes– 4 de setembro de 2011
Publicado em: Ambiental, Notícias



As águas brasileiras têm arraias-jamanta de até 2 toneladas, tubarões-baleia de cerca de 20 metros e peixes-boi de 800 kg. Nem mesmo o tamanho faz com que esses animais tenham vida fácil no nosso litoral. Levantamentos recentes mostram que mais de um terço das espécies de elasmobrânquios (tubarões e arraias) existentes no Brasil estão ameaçadas. Mamífero aquático, o peixe-boi marinho também está em risco.

O alerta sobre os elasmobrânquios, também apelidados de “peixes-de-couro”, veio numa avaliação preliminar do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Segundo relatórios de 50 especialistas do órgão, que é ligado ao Ministério do Meio Ambiente, das 169 espécies analisadas, duas foram consideradas regionalmente extintas e 60 encontram-se em alguma categoria de ameaça.

Níveis de perigo
Segundo o ICMBio, das 60 espécies ameaçadas, 29 estão “criticamente em perigo”, 7 estão “em perigo” e 20 encontram-se na categoria “vulnerável”. Do total analisado, apenas 31 foram classificadas como de “menor preocupação” e 16 como “quase ameaçadas”.

A pesca excessiva, aponta o instituto, é um dos fatores principais que ameaçam os elasmobrânquios, já que muitas de suas espécies têm vida longa, mas baixa taxa de fecundidade. “A pesca excessiva e não regulamentada foi, e continua sendo, a maior ameaça para esse grupo nas águas brasileiras”, explicou, em comunicado, a bióloga Mônica Peres.

Os pesquisadores usaram critérios da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN). A lista dos animais analisados ainda não foi divulgada porque precisa passar por um processo de “validação” e ser publicada numa revista científica.

fonte : João Ricardo Gonçalves_ O DIA

http://ambientalsustentavel.org/2011/o-mar-nao-esta-para-eles/

Nenhum comentário:

Postar um comentário