segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Vá de Bike!!!

Por Celina Nascentes– 22 de setembro de 2011

Publicado em: Eventos, Notícias, Pegada Ecológica, Sustentabilidade









A bike é uma boa opção para reduzir o aquecimento global/Foto: Claudio Olivares _ ecodesenvolvimento .org.br

Todos os dias mais de 53 milhões de veículos circulam nas ruas das cidades em todo o país. Esses carros são responsáveis por 70% de toda a poluição dos grandes centros urbanos, por quilômetros de engarrafamentos, pelo aumento dos níveis de stress da população e pela morte milhares de pessoas anualmente, seja por acidentes ou por doenças causadas pela fumaça dos escapamentos. Para resolver esse problema muitas pessoas estão investindo na bicicleta como meio de transporte.

O problema dos carros

A cidade de São Paulo, por exemplo, já possui um carro para cada dois habitantes. A cada hora, mais 23 veículos são despejados nas ruas. Tantos veículos provocam um acidente a cada 32 minutos e ocasionam uma morte cada seis horas. Isso sem falar nos 800 mil óbitos anuais causados por problemas respiratórios, doenças cardíacas, câncer, além da redução da expectativa e da qualidade de vida dos habitantes.

Uma pessoa que percorre 50 km, todos os dias, em um carro pequeno com motor 1.0, precisaria plantar 15 árvores todos os anos para neutralizar suas emissões de gás carbônico. Se o Brasil possui 53 milhões de veículos e imaginarmos que cada um deles percorre apenas 50 km diários (o que sabemos que não é bem verdade), precisaríamos plantar 7.950 milhões de árvores para compensarmos nossa poluição.

Alternativa

Achou muito? Então saiba que você pode ajudar a reduzir esse problema. Milhares de pessoas ao redor do mundo já adotaram a bike como meio de transporte dentro da cidade e não se arrependeram. Aqui estão alguns motivos para deixar o carro parado mais vezes na garagem e aproveitar os benefícios que a magrela pode proporcionar a você e ao planeta:

Tempo

Apesar de não parecer, se locomover de bicicleta pela cidade pode ser muito mais rápido que andar de carro. Não acredita? Para provar essa teoria, um grupo de ativistas realizou em diversas capitais brasileiras o Desafio Intermodal. Nele, diferentes meios de transporte foram testados simultaneamente.

Carro, bicicleta, motocicleta, ônibus, metrô, trem e pedestre percorreram o mesmo percurso, na mesma hora, para ver quem chegava mais rápido, gerando o mínimo de poluição e stress. A bicicleta se consagrou vencendora como o meio de transporte mais eficiente nos horários de pico das grandes metrópoles. Em São Paulo, ela chegou ao final do percurso 1h15 antes do carro. Pode acreditar.

Um vídeo, registrado no Rio de Janeiro, exibe uma bicicleta ultrapassando mais de cem carro em cinco minutos. ( em www.ecodesenvolvimento.org.br/voceecod/va-de-bike)

Além disso, pedalar já é suficiente para você economizar as horas que passaria dentro de uma academia.

Economia

Trocar o carro pela bike é muito simples. Além da bicicleta, facilmente encontrada em supermercado a preços bastante acessíveis, é fundamental comprar capacete, luvas e luz traseira. Cestas, alforjes e pára-lamas também podem ser bastante úteis para quem precisa carregar muitas coisas ou quer chegar com a roupa limpa no trabalho.

Depois dessas despesas iniciais esqueça gastar dinheiro com transporte. A manutenção da bicicleta é muito barata e muitas coisas podem ser feitas por você mesmo. Posto de combustível? Só se for para calibrar os dois pneus.

Saúde

Andar de bicicleta é uma das atividades físicas mais completas que existem. Trabalha as musculaturas das pernas, costas e abdômen, queima calorias, melhora a circulação e o funcionamento cardiovascular. Ela também é indicada por ser uma atividade de baixo impacto, o que significa menor risco de lesões.

Bem-estar mental

Além de te deixar em forma, pedalar é uma delícia, desestressa e faz muito bem à cabeça. A atividade ajuda a bombear o sangue para o cérebro e a liberar endorfina no corpo. O resultado é mais concentração e tranquilidade para realizar as atividades diárias, seja no trabalho ou em casa.

Quem pedala descobre um outro lado da cidade. Quando começa a andar de bike pelas ruas do lugar onde vive, você repara lugares e pessoas muito interessantes e que sempre passaram despercebidas por você. Aproveite essa oportunidade para fazer novos amigos e despertar novas sensações que podem estar bem próximas e você nunca notou.

Meio Ambiente

Esse é, sem duvidas, um dos fatores mais importantes quando se fala em transporte alternativo e uso de bicicletas como meio de transporte. Ao pedalar para o trabalho, a academia, o mercado ou qualquer outro lugar, você deixa de consumir combustíveis fósseis que iriam aumentar o efeito estufa, liberar gases poluentes na atmosfera e poluir as águas de todo o planeta.

A matéria-prima utilizada para construir uma bicicleta ainda é infinitamente menor do que a gasta na construção de um automóvel. Dessa forma, ao escolher esse meio de transporte voce estará economizando recursos na sua fabricação, manutenção, utilização e descarte.

Cuidados

Gostou da idéia e já quer sair pedalando por ai? Ótimo, mas fique atento a alguns cuidados. Ao passar para o posto de ciclista é preciso saber se comportar em uma situação bem diferente daquela em que os condutores de automóveis estão acostumados.

A bicicleta é reconhecida como meio de transporte pelo Código de Trânsito Brasileiro. Por conta disso, ela também está sujeita a direitos e deveres e deve seguir as normas de trânsito como qualquer outro veículo. Portanto não trafegue na contramão, não atravesse a faixa de pedestres pedalando e jamais pedale no meio-fio, lembre-se que os pedestres estão mais vulneráveis que vocês e é sua obrigação protegê-los.

Outras dicas

•Mantenha-se sempre visível aos motoristas usando roupas claras, refletores e faróis;

•Seja previsível, indique com os braços quando for virar uma esquina ou seguir direto e cuidado nas rotatórias;

•Evite vias de trânsito rápido e intenso;

•Caso não haja ciclovias procure andar pelo lado direito da pista. Em vias de mão única com faixas exclusivas para ônibus, a lei permite que você ande pela faixa ao lado. Mas cuidado com pedestres que sobem e descem dos mesmos;

•Nunca, em nenhuma situação, deixe de usar o capacete. Ele é seu cinto de segurança e pode ser decisivo em caso de acidente.

Seguindo a essas dicas é possível tornar a sua vida, a da sua cidade e a do nosso planeta muito mais agradável e sustentável.

Fonte : Postado em Carros e Transportes em 25/11/2008 às 23h30
por Redação EcoD

Nenhum comentário:

Postar um comentário