terça-feira, 4 de outubro de 2011

Empresários do Lixo

 
 
Uma série especial elaborado pelo repórter Renato Aquino e apresentado no Jornal da Noite da TV Bandeirantes, traz um tema atual e um oportunidade do futuro: Os empresários do Lixo.

Lucro pode ser obtido de qualquer maneira, mas de maneira sustentável somente alguns conseguem.

Na 1ª reportagem "Como é possível transformar lixo em negócio", Boris Casoy inicia relembrando o tema da Campanha da Fraternidade 2011 da CNBB  "Fraternidade e a Vida no Planeta".
Destaque para:
  • Gilberto Meirelles Neto e sua empresa de reciclagem de entulho.
  • 30% da obra poderá utilizar entulho reciclado.
  • 30% a 50% de economia no material produzido na usina de reciclagem de entulho.
  • Victor Bicca Neto da Compromisso Empresarial para Reciclagem - CEMPRE
  • Dr. Sabetai Calderoni - opinião

Na 2ª reportagem "Celulares usados ameaçam o meio ambiente" destaca-se a importância do encaminhamento correto de pilhas, baterias e celulares pois este lixo eletrônico possuem metais pesados que  causam vários prejuízos ao ambiente, inclusive o homem.
Destaques para:
  • Marcelo Henrique Oliveira- empresário
  • Logística reversa - o mercado utiliza-se apenas de 3% a 5% dos celulares e baterias descartadas
  • Bateria contém produtos para produzir tinta - Brasil
  • Celulares e placas são utilizados para produzir novos produtos no Japão e Bélgica

Na 3ª reportagem "Aterros sanitários podem gerar energia" destaca-se a utilização do biogás (metano) gerado nestes aterros sendo aproveitados por termoelétricas.
Destaque para:
  • Eng. Ambiental Tiago Nascimento Silva e o Eng. Eletricista Guilherme Bressan sobre a eficiência termoéletrica nos aterros
  • Empresário Manuel Antonio Arcadis. 
  • Crédito de carbono

video


"Lixo não existe (...) é um equívoco do olhar" 
Manuel Antonio Arcadis

Para saber mais:
OSSE, José Sergio. O papa entulho. Isto é Dinheiro, n. 620, 26. ago., 2009.
CALDERONI, Sabetai. Os bilhões perdidos no lixo. 4. ed. São Paulo: Humanitas, 2003.
Empresas associadas ao CEMPRE.
Wikipédia - Crédito de Carbono.
Legislação Ambiental - Política Nacional de Resíduos Sólidos

Nenhum comentário:

Postar um comentário