terça-feira, 1 de novembro de 2011

Maquiagens também podem ser verdes


A preocupação com o meio ambiente e a sustentabilidade também já chegou ao mercado de beleza. Os cosméticos verdes – como são chamados aqueles de origem natural, orgânica ou mineral – também já caíram nas graças de muitas mulheres pelo mundo. Hoje, diversas marcas internacionais possuem linhas exclusivas com compostos naturais que ajudam a preservar o meio ambiente. Aqui no Brasil não é diferente.

Grandes empresas de cosméticos já aderiram ao movimento verde da make up. Contudo, mais do que uma simples jogada de marketing para vender mais, esses produtinhos realmente fazem a diferença para a pele e para o planeta, já que usam matérias-primas de origem natural e não fazem testes em animais, o que os classifica como produtos sustentáveis.

Segundo Dr. Alexandre Y. Okubo, dermatologista da Clínica Prime e membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia, esses cosméticos possuem ingredientes naturais como extratos vegetais, óleos essenciais, substâncias minerais com mínima adição de produtos químicos principalmente sulfatos e parabenos derivados de petróleo. “Isso faz com que sejam menos agressivos à pele e ainda respeitem a natureza”, diz Alexandre. Esses cosméticos e maquiagens naturais, orgânicos, minerais ainda diminuem os riscos de reações alérgicas ou irritações na pele.

Como identificá-los

A maior diferença entre um cosmético natural e um normal são os conservantes. Os normais usam conservantes químicos, alguns possivelmente perigosos. Triclosano e parabeno, por exemplo, são associados ao câncer e a distúrbios do sistema endócrino. Outros produtos, como esmalte e spray para o cabelo, contêm ftalatos, substâncias que podem interferir com os processos endócrinos e potencialmente os sistemas reprodutivos. Já os produtos verdadeiramente naturais ou orgânicos não devem conter nenhum desses ingredientes.

Também é possível identificar um cosmético verde por meio da embalagem que possui uma certificação específica. Isso significa que eles geralmente têm uma vida útil menor que os produtos convencionais, já que não contêm conservantes. E isso pode significar que os cosméticos naturais são mais saudáveis, já que eles não contêm ingredientes sintéticos que podem ou não interromper os processos naturais do corpo. Mesmo assim, não há evidência definitiva se ingredientes potencialmente prejudiciais podem fazer mal se “consumidos” na forma de cosméticos.

As maquiagens de origem 100% mineral também se encaixam na lista de cosméticos verdes porque utilizam somente ingredientes de origem mineral, sem nenhum tipo de tratamento. Sabe-se que a maquiagem mineral é livre de ativos alergênicos e que não causa irritação na pele. Os minerais usados nos cosméticos são os mesmos da água termal, tais como zinco, cobre, silício, manganês e ferro, ingredientes que atuam na nutrição da pele. Já as maquiagens vegetais possuem, além de minerais (em alguns casos), ativos vegetais como o extrato de cupuaçu, rico em vitamina C e poderoso antioxidante, as vitaminas do complexo B, que nutrem a pele, e o silício, que estimula a formação de colágeno.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário