quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Moradias ecologicamente corretas que ficam prontas em uma semana

Nova tecnologia possibilita construções pautadas pela sustentabilidade e imunes a fungos e bactérias

Por Celina Nascentes– 2 de novembro de 2011

Publicado em: Notícias, Sustentabilidade, Tecnologia


'Casa de Concerto PVC: edificação imune a fungos e bactérias, com facilidade de limpeza e conservação e baixos custos de manutenção l Foto: Divulgação


Uma moradia com alto padrão de qualidade nas edificações, uso reduzido de madeira e água e mínimo desperdício de materiais. Além das características que se encaixam em um dos conceitos de construção mais valorizados dos últimos anos – a sustentabilidade -, uma nova tecnologia lançada pela inédita parceria entre as empresas Global Housing, DuPont e Braskem prima ainda pela rapidez: é possível erguer uma casa com acabamento completo em apenas uma semana.

Trata-se da “Casa de Concreto PVC”, um sistema versátil que possibilita aplicações tanto em construções relativamente simples como uma casa de tamanho médio quanto em empreendimentos complexos como hospitais, postos de gasolina, creches, escolas, centros comunitários e galpões.


Sistema construtivo não precisa de mão-de-obra especializada
Foto: Divulgação


Entre as vantagens das estruturas montadas por meio do sistema estão ainda a imunidade a fungos e bactérias, facilidade de limpeza e conservação e baixos custos de manutenção.

O sistema construtivo, que dispensa o uso de mão-de-obra especializada para a construção, foi desenvolvido pela Global Housing com tecnologia da DuPont e Braskem, e acaba de receber a aprovação da Caixa Econômica Federal para a construção de 1 mil casas em todo o país.

Em nota, as três empresas ressaltam que essa aprovação foi o primeiro passo na homologação no programa “Minha Casa, Minha Vida” do governo federal, e que, com isso, as companhias “esperam contribuir para a realização do sonho da casa própria de uma parcela mais ampla da população brasileira”.

Fonte : O DIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário