quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Itália terá a primeira floresta vertical do mundo

Por Gabriela Campêlo– 15 de fevereiro de 2012

Publicado em: Notícias, Pegada Ecológica


O problema da falta de verde nas grandes metrópoles incomoda há décadas seus moradores. Agora, vinda de Milão, na Itália, uma ideia que reformula o conceito de reflorestamento pode começar a mudar esse cenário. Na cidade italiana, nascerá a primeira floresta vertical do mundo, batizada de Bosco Verticale. Projetada pelo escritório de arquitetura Stefano Boeri, a floresta cresce, na prática, dentro de duas torres de edifícios residenciais e sustentáveis.

Longe de ser apenas um projeto idealizado para um futuro distante por amantes do verde, o Bosco Verticale já está em construção, no bairro de Isola, no centro de Milão. A floresta vertical foi pensada para tentar responder a dois problemas urbanos crônicos: a falta de espaço para o crescimento nas cidades e a ausência de natureza.

Com altura de 110 e 76 metros, os dois prédios foram classificados em recente matéria no jornal Financial Times como as torres mais excitantes do momento no mundo. Cada apartamento do Bosco Verticale terá uma varanda com árvores plantadas. No total, serão 900 árvores, com altura de três, seis ou nove metros. Se postas num plano horizontal, as árvores equivaleriam a 10 mil metros quadrados de floresta.



Outras plantas completarão o visual dos prédios. A vegetação irá produzir umidade e absorver gás carbônico, além de proteger o apartamento da radiação e da poluição. Ou seja, vários pontos a favor da qualidade de vida de seus moradores.

O conjunto também contará com um sistema sustentável para o abastecimento de energia. Os apartamentos terão mecanismos de energia eólica e fotovoltaica para aumentar o grau de autossuficiência energética. Já a água utilizada para a irrigação das plantas será filtrada e reaproveitada da água suja já usada pelo edifício.

A floresta vertical é um projeto de autoria de Stefano Boeri, arquiteto, acadêmico e ex-editor da revista de design e arquitetura Domus. Propostas semelhantes não são novidade, mas dificilmente têm sido tiradas do papel. Dickson Despommie, cientista ambiental da Universidade Columbia, nos Estados Unidos, por exemplo, já propôs a criação de fazenda vertical, onde frutas, verduras e legumes seriam plantados não no solo, mas na água, num tipo de cultura hidropônica. Despommier teve o endosso ao seu projeto dado por Steven Chu, vencedor do prêmio Nobel de Física que hoje chefia o ministério de energia do governo Obama, até hoje porém, só foram criados protótipos de fazendas verticais.

O Bosco Verticale é, na realidade, a primeira peça de um projeto maior de Boeri, o BioMilano, que pretende construir um cinturão verde ao redor da cidade italiana, além de restaurar fazendas abandonadas na periferia de Milão. Pelo visto, é só o começo.


Fonte: Época Negócios
Autor: Elisa Campos


http://ambientalsustentavel.org/2012/italia-tera-a-primeira-floresta-vertical-do-mundo/

Nenhum comentário:

Postar um comentário