segunda-feira, 3 de junho de 2013

Como plantar: Romã

A romã é uma planta infrutescência que possui pequenas sementes de polpa comestível. A romãzeira teve sua origem na Grécia e em outros países do Oriente Médio. Sua importância é milenar. Antigamente os gregos a tinham como símbolo da fertilidade. A planta foi associada à deusa Afrodite devido a seus domínios afrodisíacos.
O cultivo da planta é feito em centenas de países. No Brasil a romã encontrou uma região fértil para um crescimento de primeira qualidade. O maior produtor de romã no mundo é a Espanha. O país também é o maior exportador da Europa .Estudos medicinais revelaram que a romã ajuda a reduzir a pressão arterial e pode ser utilizada para prevenir alguns problemas de coração. A capacidade da romã no campo medicinal vem desde a Antiguidade.
As cascas de romã podem ser usadas para fazer um chá que combate infecções de garganta. O chá de cascas de romã também pode combater diarreias e disenterias. Existem romãs amarelas e vermelhas. A romã amarela tem uma enorme quantidade de sementes e possui um mesocarpo pequeno. Já a romã vermelha tem menos número de sementes e possui uma camada carnosa mais grossa. Por isso é muito comum achar em supermercados e feiras romãs avermelhadas.
3022864068 d167e1b014 Dicas para plantar e cultivar romã
 
Na Inglaterra, maior compradora dos frutos, a romã é utilizada principalmente por mineiros pois o fruto previne a contaminação por metais pesados. Além ser bastante útil para a medicina, a planta também pode ser um item a mais na decoração de casas, parques e jardins. A planta chega a ser um arbusto ereto e pode atingir de 2 a 5 m. O arbusto pode ser muito ramoso. Os ramos novos têm casca avermelhada que vão adquirindo coloração acinzentada quando ficam mais velhos.
A romãzeira prefere clima ameno, mas também se adapta a qualquer tipo de clima. Em regiões com ventos fortes, a frutificação da romã será desgastada pela queda excessiva das flores. Nas regiões úmidas, as cascas da fruta podem ser penalizadas pelo aumento de fungos.

Como cultivar

  • O solo para cultivar a romã deve ser abundante em matéria orgânica. Se for plantada em vaso, o recomendando é misturar a terra de jardim com terra vegetal e compostos orgânicos
  • O desenvolvimento pode ocorrer através de sementes e também de estacas de ponta em estufas
  • As mudas de romãzeiras são produzidas a partir das sementes de frutos maiores com a polpa avermelhada
  • O tronco da romãzeira lança várias estacas bem junto á terra que podem ser usadas como estacas individuais
  • A época ideal para começar o plantio de romã é no inicio da primavera quando se está na época de chuvas
  • A cova para plantar deve medir entre 60 cm e 40 cm. O vaso precisa ter estas dimensões para o desenvolvimento pleno da planta
  • A adubação na cova deve ser feita com esterco de curral, superfosfato simples e farinha de osso. Essa adubação vai servir para que a planta desenvolva a raiz
  • Para que a romã produza flores é essencial a adubação de outono. Lembrando que não se pode adubar durante a floração
  • Os adubos de outono devem ser ricos em fósforo. A proporção Nitrogênio, Fósforo e Potássio são a ordem mais indicada na sequência 04-14-08
  • A planta necessita de 4 horas de sol no mínimo

Nenhum comentário:

Postar um comentário