terça-feira, 29 de julho de 2014

Como plantar jaca

Sem grandes problemas com ataque de pragas e doenças, a fruteira se adapta bem ao clima quente e pode gerar diversos subprodutos

POR JOÃO MATHIAS

agricultura_jaca_fruta (Foto: Candido Neto/Ed. Globo)
A jaca é uma fruta que não passa despercebida. Tem cheiro característico, que de longe pode ser sentido, além de tamanho e peso que a destacam entre as maiores do mundo, oferecendo volume que rende produção de suco, polpa congelada, sorvete, licor, doce em calda, compota e geleia.
As sementes, que servem de aperitivo quando assadas ou cozidas e de farinha para o preparo de biscoitos se moídas em grande quantidade, completam a lista de derivados da fruta mais conhecidos entre os brasileiros e que podem gerar lucro ao produtor.
Novidade para muitos, a jaca ainda pode ser cozida como um vegetal para alimentação. Na Índia, de onde a fruta é originária, a polpa é fermentada para ser aproveitada como matéria-prima para a fabricação de aguardente. In natura, no entanto, é a forma mais comum de ser consumida em todos os lugares onde é cultivada.
Doce e saborosa, a jaca é dotada de muita fibra, cálcio, fósforo, ferro e vitaminas do complexo B, sendo sua polpa comestível um alimento saudável para todos. Está madura e pronta para ser consumida assim que a casca torna-se amarelo-acastanhada. Com medidas que variam de 22 a 90 centímetros de comprimento e 13 a 50 centímetros de diâmetro, a fruta apresenta peso entre 3 e 60 quilos.
Com desenvolvimento vigoroso em países de clima tropical, a jaqueira (A. heterophyllus) foi trazida para cá pelos portugueses no século XVIII e teve boa adaptação, sobretudo nas regiões de temperaturas mais quentes na maior parte do ano. Atualmente, tem plantio concentrado nos limites da Amazônia e pelo litoral que se estende do Pará até o sul do país.
Cada jaqueira pode produzir anualmente de 50 a 100 frutos, os quais também têm uso na medicina popular. No tratamento de tosses, o bago é recomendado, enquanto a semente é indicada para reequilibrar desarranjos intestinais. Há quem adote a resina expelida da árvore como cicatrizante. A jaqueira, de copa irregular e altura entre 15 e 25 metros, cujos frutos nascem nos galhos e troncos mais grossos, é até apreciada como planta ornamental.
Mãs à obra
>>> INÍCIO 
Se a escolha for pelo plantio de sementes, elas devem ser de frutos oriundos de jaqueiras precoces, sadias e vigorosas. Contudo, podem ser encontradas em viveiristas e em lojas de produtos agropecuários mudas de pé-franco, que são produzidas a partir de sementes. O preço, dependendo do tamanho, pode oscilar de R$ 5 a R$ 15. Indica-se ter mais de uma variedade no pomar para obter uma boa produção.
>>> ambiente A jaqueira prefere locais onde prevalece o calor, principalmente regiões quentes e úmidas. Tem bom desenvolvimento e produção de qualidade, inclusive em locais de clima subtropical e semiárido, se adotado o uso de irrigação. Concentre o cultivo da planta em dias com bastante sol, temperatura média de 25 C e chuvas bem distribuídas.
>>> PLANTIO Indica-se realizar o plantio da jaqueira na época em que se inicia a estação das águas. Os solos devem ser férteis, bem profundos e drenados. Dê preferência para o tipo areno-argiloso com pH entre 6 e 6,5, sem que haja possibilidade de encharcamentos. Quando plantada em locais de temperaturas mais elevadas, a semente chega a germinar espontaneamente.
>>> TRANSPLANTIO A semeadura deve ser diretamente em pequenos sacos pretos individuais, com medidas de 20 x 30 centímetros. Antes, preencha cada unidade com uma mistura de terra areno-argilosa. Também podem ser utilizadas três partes de terra de mata e uma de esterco de curral bem curtido. Desbaste as mudas quando atingirem 5 centímetros de altura, procedimento que vai deixá-las mais vigorosas. O transplantio para o local definitivo deve ser feito apenas quando as mudas alcançarem de 15 a 20 centímetros de altura, ou mais.
>>> covas A abertura precisa ser feita com dois meses de antecedência do plantio, nas medidas 50 x 50 x 50 centímetros ou 60 x 60 x 60 centímetros. Como as mudas necessitam de sombreamento parcial no início do plantio, folhas de palmeiras podem ajudar na cobertura de 50% da área de cultivo. A incidência de luz no terreno vai ganhando mais espaço com o crescimento das plantas.
>>> cuidados Apesar de rústica, a jaqueira pode ser atacada por predadores como abelha-cachorro, arlequim-da-mata, besouro-do-fruto e cochonilhas. As doenças que mais incidem na planta são a antracnose e a podridão parda.
>>> PRODUÇÃO Pelo perfume acentuado das jacas, é possível identificar que chegou o momento da colheita. Estão prontos para colher após 180 a 200 dias do florescimento. No entanto, assegure o amadurecimento pressionando a casca com os dedos. Ela deve estar firme e com as saliências bem destacadas e amarelas.
Raio X
Solo: 
profundo, fértil e bem drenado
Clima: tropical e úmido
Área mínima: são indicadas de 2 a 3 plantas para pomares domésticos e de 50 a 100 unidades para plantios comerciais
Colheita: a partir do florescimento, ocorre em 180 a 200 dias
Custo: varia de R$ 5 a R$ 15, dependendo do tamanho
*Luiz Carlos Donadio é engenheiro agrônomo e consultor do portal TodaFruta (www.todafruta.com.br), Via de Acesso Prof. Paulo Donatto Castelane, s/no, Jaboticabal (SP), CEP 14884-900, tel. (16) 3209-2692
Onde comprar: em viveiristas que podem ser indicados pela Associação Brasileira de Frutas Raras (ABFR), www.abfrutasraras.com

Mais informações: Donadio, L. C.; Nachtigal, J. C; e Sacraento, C. K. do. Frutas exóticas. Funep. Jaboticabal. 1998. 279 p. Donadio, L. C. Dicionário das frutas. Jaboticabal. 2007. 300p. Donadio, L. C. e Posella, R. P. Valor nutricional de frutas. 2011
http://revistagloborural.globo.com/vida-na-fazenda/como-plantar/noticia/2014/07/como-plantar-jaca.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário